24.6.10

Sempre Nunca

Nunca mais
Nunca mais
Nunca mais
Nunca mais
Nunca mais
E assim sempre será.

Sem mais erros para cometer e corações para destruir.
Sem lágrimas para perder e câmeras digitais para sorrir.
Sem mais dinheiro para ver, sem mais frio para sentir.
Nunca mais verá uma fila de fast food gigante
Ou dividirá um guarda-chuva rosa,
Nem passará por uma situação preocupante
Como bem uma preciosa.

Para um corpo precipitado,
O outro estagnado
Vai passar.
A areia soprar.
Vamos voar.

Seus corações não são de metal, seus idiotas.

2 comentários:

  1. Não achei uma merda, gostei muito, continue assim. e querendo ou não todas as obras são baseadas em alguma coisa :P

    ResponderExcluir