4.3.10

Meu corpo de Cobre

Corte
Não pode fazer nada
Não se importa
Na realidade até gosta
Aprecio a cena que para
Tapa na cara

Ter o poder,
a fama,
isso importa na hora de armar o circo
Mais sinto a pancada
A dor no pico
O sonho na cama
O sonho na lama

Sangra
Abre
o espaço pra tentar me sentir segura
Cobre
Meu corpo
meu corpo
de cobre
Que jaz
Morto

2 comentários:

  1. ja tinha lido antes
    achei muuuito bom
    só não gostei do final, meio sinistro
    mas bem... você (não que tu sejas sinistra, ta)
    acho que tu entendeu
    lindo

    ResponderExcluir